Dicas de Gravação - 3 - Improviso

Estou de volta, falando sobre gravação, pois já dei algumas dicas neste post e neste outro aqui, lembrando que o objetivo aqui, não é colocar regras, mas as dicas aqui vão melhorar a recepção do seu conteúdo, bem como melhorarão a sua dicção no microfone. Aqui também vão algumas regras de boa conduta.

Relembro um dica dos posts passados, que vem como conselho, que é, lembre-se que você um compromisso com a sua equipe e com o seu ouvinte!

  • Há casos em que o podcaster pode se deparar com situações em que tenha que fazer uso do improviso que, se não for realizado com segurança, pode gerar alguns embaraços.

  • O improviso pode seguir dois caminhos distintos: aquele que é produzido e se aproxima da descontração. Tem roteiro, tem tudo que parece ser improviso, mas não é.

  • O verdadeiro improviso é aquele que acontece espontaneamente, surge do nada. É a oportunidade de exercitar o raciocínio falando a coisa certa num momento crítico. Neste caso o mais importante é manter a calma.

  • A calma é proporcional ao problema. Quanto maior for o problema, maior tem que ser a calma. Acredite no seu trabalho e relaxe.

  • Não tenha pressa de expor suas ideias. Não há como aprender o improviso de um dia para o outro. Temos que treinar.

  • Pegue uma notícia de jornal. Leia e compreenda a informação. Agora conte para o espelho o que leu e tente dar sua opinião. Fale devagar.

  • Lembre-se também que os sinais ortográficos são apenas referência.