Cronologia do Rádio no Brasil

#1

É inegável que o rádio influencia o Podcast, principalmente o Brasileiro, por isso, é necessário conhecer um pouco da mídia que deu origem ao Podcast.

Dessa forma, preparei uma breve cronologia do rádio, como forma de mostrar os principais momentos da mídia rádio.

1892: O padre gaúcho Roberto Landell de Moura inicia, em Campinas, interior de São Paulo, as primeiras experiências com a radiodifusão no Brasil. Utilizando uma válvula amplificadora com três eletrodos, fabricada por ele mesmo, transmite e recebe a voz humana através do espaço.

1894: Landell de Moura realiza a transmissão de sons do alto da Avenida Paulista para o alto de Santana, em São Paulo, cobrindo uma distância de 8 km em linha reta. 1900 - O governo brasileiro concede a Roberto Landell de Moura a patente de número 3.279 para "um aparelho apropriado à transmissão de palavras à distância, com ou sem fios, através do espaço, da terra e da água". Ele se muda para os Estados Unidos, onde consegue construir e patentear o transmissor de ondas, o telefone sem fio e o telégrafo sem fio em 1904. De volta ao Brasil, não consegue apoio e desiste de suas invenções.

1922: Realiza-se no dia 7 de setembro a primeira transmissão radiofônica oficial no Brasil, como parte das comemorações do Centenário da Independência. A Westinghouse Electric, junto com a Companhia Telefônica Brasileira instala no alto do Corcovado, no Rio de Janeiro, uma estação de 500 W, inaugurada com um discurso do presidente Epitácio Pessoa. Seguem-se emissões de música lírica, conferências e concertos, captados pelos 80 aparelhos de rádio distribuídos pela cidade. Após as festividades, as transmissões são interrompidas.

1923: O governo brasileiro monta, na praia Vermelha, no Rio de Janeiro, uma estação de rádio que transmitia em condições precárias, programas literários, musicais e informativos. Roquette Pinto e Henrique Morize criam a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro, que apresentava programas educativos e culturais. Influenciadas por ela, são fundadas rádios amadoras em várias partes do país, como a Rádio Clube Paranaense, a Rádio Clube de Pernambuco, a Rádio Sociedade Rio-Grandense, a Rádio do Maranhão, a Rádio Sociedade Educadora Paulista e a Rádio Clube de Ribeirão Preto. Todas nascem como clubes e sociedades e, como a legislação proibia a publicidade, são sustentadas por seus associados.

1933: César Ladeira entra para a Rádio Mayrink Veiga e faz escola na interpretação de textos, apresentação de artistas e criação de radio teatro.

1934: Rádio Mayrink Veiga é líder de audiência no Rio de Janeiro, até ser fechada em 1964.

1935: Inauguração da Rádio Jornal do Brasil, no Rio de Janeiro. Instituição do programa oficial do governo de Getúlio Vargas , a Voz do Brasil, transmitido até hoje. A Rádio Kosmos, de São Paulo, cria os primeiros programas de auditório, que permitem a participação do público. Surgem os primeiros ídolos do rádio: Linda Batista, Araci de Almeida, Francisco Alves, Carmen Miranda, Orlando Silva, Sílvio Caldas , entre outros. A primeira a possuir uma equipe jornalística.

1936: Inauguração da Rádio Nacional, do Rio de Janeiro, a primeira grande emissora brasileira, líder de audiência durante duas décadas. Entretenimento como novelas e programas de humor se despontavam.

1937: Assis Chateaubriand inaugura a Rádio Tupi de São Paulo. A cantora Linda Batista é eleita a "Rainha do Rádio".

1938: Orson Welles aproveita a interpretação e a imaginação do rádio para narrar uma realista invasão de marcianos colocando centenas de pessoas em pânico nos EUA.

1939: Surge o DIP (Departamento de Imprensa e Propaganda) em dezembro de 1939. Seu regimento deixa explícito suas funções e objetivos. O DIP usou de diversos artifícios para intervir e controlar todas as áreas e ´eliminar´ todos os canais possíveis de contestação. Quem transgredisse as leis opressoras da censura, tinha um destino já previamente estabelecido pelo Conselho Nacional de Imprensa, que determinava as penalidades.

1940: Ary Barroso , autor de Aquarela do Brasil, compões jingles para remédios Urudonal, cantado por Orlando Silva , e Fandorine, interpretado por Sílvio Caldas .

1941: A Rádio Nacional lança o Repórter Esso, primeiro radio jornal brasileiro, que ia ao ar na voz de Heron Domingues . Em Busca da Felicidade, a primeira radio novela brasileira, é transmitida pela Rádio Nacional do Rio de Janeiro.

1944: Inauguração da Rádio Globo, do Rio de Janeiro.

1945: Sucesso de Ari Barroso na Rádio Tupi no Rio. Futebol, orquestras, radio novelas que se expandiam por todo Brasil.

1947: O futebol vira uma febre e o narrador Oduvaldo Cozzi se destaca como o melhor dessa época. Era criativo, possuía um estilo muito especial de criar expressões, tinha boa influência descritiva e revolucionou a forma de transmitir, adotando no Brasil o estilo de Lalo Peliciari , um locutor uruguaio que se destacava na Argentina. Oduvaldo Cozzi deixou muitos imitadores, formando o que se poderia chamar de "escola Cozzi".

1948: Inicia-se a fase áurea dos programas de auditório, quando despontam cantoras como Emilinha Borba e Marlene e sua histórica rivalidade. Emilinha nos deixou em outubro de 2005.

1954: Um jovem locutor chama atenção na Rádio Mauá. Haroldo de Andrade apresenta o "Musifone". Um dos primeiros programas a atender ouvintes pedindo musica. Anos mais tarde seria um dos maiores comunicadores do país. Depois de sair da Rádio Globo abriu sua própria emissora. Faleceu em 01 março de 2008.

1954: Inauguração da Rádio Bandeirantes, em São Paulo, a primeira a divulgar notícias durante toda a programação.

1956: Invenção do transistor que permitiu a fabricação de rádios menores que iam a qualquer lugar. O rádio se torna mais companheiro com essa mobilidade.

1958: Inauguração da Rádio Eldorado, de São Paulo.

1959: O rádio inicia a corrida para o jornalismo ao vivo dado o grande sucesso das reportagens de rua, ao vivo, e das entrevistas fora dos estúdios.

1962: Primeira transmissão Via Satélite

1966: João Saldanha - Jornalista e treinador de futebol brasileiro. Ele levou a Seleção Brasileira a classificar-se para a Copa do Mundo de 1970. Dizem que Saldanha foi retirado do comando da seleção por causa da sua negativa em selecionar jogadores que eram indicados pessoalmente pelo presidente Emílio Garrastazu Médici. Saldanha teria dito: “o presidente cuida de seu ministério, mas quem toma conta daqui sou eu”. Morreu em Roma em 1990, onde foi cobrir naquele ano a Copa do Mundo para a TV Manchete.

1968: Fim do Repórter Esso. O locutor Gontijo Theodoro ficou à frente do Repórter Esso por 18 anos, 9 meses e 10 dias. Com sua voz possante e dicção perfeita, Gontijo Theodoro, às 8 horas da noite, em ponto, dava o seu "Boa Noite" e passava a informar só notícias confirmadas. Sua credibilidade era tanta, que houve um tempo em que se dizia: "Se o Repórter Esso não deu, não aconteceu".

1970: Surgimento das primeiras emissoras de frequência modulada (FM) do país.

1972: A Rádio Mundial AM que se tornou a cara da zona sul do Rio revelou um dos maiores disckjockeys da época, o inovador Big Boy e seu “Alô crazy people”. Ao contrário do que muitos imaginam, Big Boy não morreu de overdose, mas de uma crise de asma. Não viu a transformação do FM.

1975: A Rádio Globo se consagra nas transmissões de partidas de futebol.

1977: Inauguração da Rádio Cidade FM, no Rio de Janeiro, líder de audiência na década de 80. Nomes como Eládio Sandoval, Fernando Mansur, Romilson Luís, Paulo Martins, Sérgio Luís e Jaguar fazem escola em FM sob a coordenação de Carlos Townsend . O mercado de rádio jamais seria o mesmo.

1979: O comunicador da Rádio Globo AM, Waldir Vieira é campeão de audiência nas tardes do Rio de Janeiro com o programa "As Canções do Roberto"e a"Carta da Vovó". No auge da carreira, em novembro de 1985 - foi encontrado morto no Motel Ébony devido a um vazamento de gás.

1981: Com o sucesso da Rádio Cidade os locutores Eládio Sandoval e Romilson Luis apostam na Rádio Antena UM, que mais tarde seria conhecida como a "Lite FM".

1982: A Rádio Fluminense FM, mais conhecida como "Maldita", criou uma nova linguagem de locução nas FMs. Era a Rádio Rock!. Na época do primeiro Rock in Rio, estava entre as cinco mais ouvidas regularmente. Num segmento mais informativo desponta a Rádio Del Rey FM.

1985: A Transamérica FM passa a transmitir ao vivo para o Rio de Janeiro com uma equipe jovem e criativa. O rock nacional desponta. Com a coordenação de Eduardo Andrews , locutores como Adriana Riemer, Paulo Beto, Ruy Jobim, Jairo Roberto e Carlos Alberto despontam no mercado. Produção de Cláudio Carneiro . Sonoplastia de Renato Justino .DJ Marcelo Mansur . Programação Musical com Fernandinho e Sônia Freitas .

1991: Com o slogan “A rádio que toca notícia”, o Sistema Globo de Rádio inaugura a Central Brasileira de Notícias (CBN-AM), com 24 horas de informações.

2000: Começam a ter destaque as rádios virtuais pela internet. Entra em atividade a RadioClick do Sistema Globo de Rádio.

2005: No ano em que o rádio comemora 83 anos de transmissão analógica no Brasil, as principais emissoras do país começam a testar a difusão digital de sua programação. A tecnologia é testada por parte das emissoras dos grupos Eldorado, Bandeirantes, Jovem Pan, RBS e Sistema Globo de Rádio.

2006: A Rádio Cidade FM do Rio de Janeiro sai do ar para dar lugar a Rádio OI FM. Em 1977 a Cidade FM fez história no rádio brasileiro com uma linguagem coloquial e uma programação diversificada.

2007: Lançamento da BandNewsFM, com o slogan “Em 20 Minutos Tudo Pode Mudar”, ampliando a prestação do serviço e a participação nos ouvintes na programação noticiosa.