Clock e podcast

#1

No rádio, é muito comum o uso do Clock (ou relógio), como forma de cronometrar o tempo do programa, no rádio, diferente do PodCast, a duração do programa tem que ser o mais preciso possível, seja pela operação em rede (quando várias emissoras locais se unem a uma geradora nacional), que pontualmente às 6 Horas inicia o primeiro bloco do programa, ou pela necessidade de seguir a grade, pois ninguém gosta que o programa marcado para 15 horas, comece 15:30.

No PodCasts o Clock pode ser usado de diversas maneiras, e ainda pode contribuir para a plástica do programa. Primeiro é importante saber que o Clock nada mais e do que o relógio do programa, em rádio é comum para marcar as entradas dos quadros e outras coisas, por exemplo:

Primeira Meia Hora – Jornal da CBN:

Hora:Minuto – SETOR DO PROGRAMA

06:00 – Abertura/Maschetes/Primeiros Destaques

06:17 – Intervalo/Noticiário Local

06:24 – Primeiro Colunista

06:26 – Notícias

06:28 – Segundo Colunista

06:30 – Repórter CBN

06:32 – Prefixo e Dial Local + Inserção de Patrocínio

06:33 – O Mundo em 2 Minutos

Observe que avancei um pouco, para contribuir com a explicação, já que o programa vai muito além desta meia hora.

O Básico é simples de perceber, é a minutagem do programa, porém isso faz uma mágica que vai muito alem disso. Lembre-se a minutagem é o coração do programa de rádio e pode se tornar o coração do seu PodCast, com as adaptações necessárias a mídia.

Veja no Clock acima, que, independente de se o noticiário do dia tem uma Bomba de uma operação da Lava-Jato logo de manhã, que pode quebrar todo o espelho do programa (Espelho, vai muito além da pauta do programa, mas por enquanto tratemos como pauta*), ou um dia entre Natal e Ano Novo em que o ponto alto do jornal são as comemorações do Natal e a expectativa de Ano Novo pelo mundo, o tempo para os destaques é o mesmo, se adapte a isso, se você já é produtor de PodCast, você sabe que tem programas que rendem muito e programas em que se tira leite de pedra. Pelo menos no PodCast, nem sempre, é necessário cumprir todo o tempo do programa, mas é necessário cumprir o acordado com o seu público.

Observe aqui, no Radio o acordo é uma programação de 24 horas, com um Jornal pela manhã de 3 horas e meia, no caso de análise. Outras rádios têm outros programas como um Top 10 ao meio-dia, ou qualquer outro programa com X duração a partir de Y horas. No PodCast a diferença é que você se comprometeu a fazer um programa em X periodicidade e que tem Y tempo. Alguns são em torno de 30 minutos, outros de 1 hora, e existem ainda os que “tem o tempo que durar”.

Ainda no caso de análise, no bloco local, podemos estar na semana de ano novo, com aquele jornal cheio de pauta requentada (Como pagar dívidas, como usar o décimo terceiro, etc.) e localmente haver uma greve dos rodoviários, onde ninguém sabe o que fazer. Não importa, toda a informação será passado no bloco local de 7 minutos (aqui se exclui o tempo que a rede vai dedicar ao assunto, que pode ser boa parte do noticiário, ou nada.)

Os colunistas sabem a hora que vão entrar, e isso fideliza o público, e ainda ajuda-o a saber o horário, mesmo que o locutor não informe, quem escuta todo dia, sabe que quando o Colunista X entrar no ar, está na hora de sair porta afora, ou ainda ter passado de Y ponto do trajeto.

O Repórter CBN serve como marcação do final da meia-hora, e ainda serve para atualizar o público das manchetes, sem muitos detalhes, ele marca o fim de uma fase do programa e da nossa analise no geral. Mas ele serve também como controle, ele mantém o programa na linha, evitando atrasos, observe que se ele for as 06:29, significa que o programa está indo rápido demais, e que é necessário preencher com alguma coisa, porém se ele for ao ar às 06:31, existe um leve atraso a ser compensado, que pode ser explicado por um acontecimento de última hora, porém se for ao ar às 06:35 o caso de atraso é grave!

Está feita a explicação geral, mas como aplicar isso em um PodCast.

Lembrando que para X ou Y exemplo os valores de tempo podem mudar, e isso serve apenas como exemplo, cabendo a cada produtor pensar em como aplicar em seu próprio PodCast!

A primeira coisa a fazer é pensar no tempo necessário para cada coisa:

Do Início, quanto tempo é necessário para a abertura. Para o CoutoCast 1 minuto é mais do que suficiente para isso, para o Café Brasil, idem, porém um programa com formato de mesa de Bar, com muita gente para se apresentar falar uma frase de efeito vai durar entre 3 e 5 minutos, no Geral.

Leitura de E-mails, seu programa tem? Vai ter? Não importa se é no início ou no final, o valor aqui é bem relativo, o, já citado, Café Brasil vai colocar no máximo 2 minutos (e ainda vender o peixe do patrocinador nesse tempo), o Cinema(cão) vai levar cerca de 10 minutos, e tem outros que podem levar 15 ou 20 minutos para isso.

Para mim, o que vai definir o tempo dessa leitura de e-mails é o tempo total do programa, veja bem, o Café Brasil tem 30 minutos, se contar a Abertura, a Leitura de E-mais, e o encerramento (ainda não chegamos lá, mas ele existe e está dentro do tempo total do programa), vão uns 5 minutos, se a leitura de e-mail durar mais que 5 minutos, com mais 2 de abertura e 2 de encerramento, um terço do programa já foi embora.

Por outro lado o Cinama(ação) que vai levar uns 100 minutos, ou 01:40, para o Clock, a leitura de e-mail durar 10 minutos, com mais 5 minutos de abertura e mais uns 3 de encerramento cabe muito bem no tempo do programa.

Lembre-se que a pauta principal é a parte mais importante do programa.

A solução para evitar essa “tomada de tempo” (observe as aspas), dos e-mails é a criação de um programa pra isso, muitos fazem e muito bem, só olhar o E-mail Show da Rede Geek.

Passada a leitura de e-mails vamos aos Recados.

Primeira pergunta: Não é a mesma coisa?

Não, pode-se fazer as duas coisas no mesmo momento do programa, porém E-mail é um item e Recados é outro item, e você precisa saber quanto tempo vai levar para passar os recados, pois esses tem prazo e muitas vezes programa certo para entrar, o e-mail você pode ler na semana seguinte e dizer “Semana passada faltou um e-mail”, ou “Tem um e-mail legal que vacilamos e acabamos não trazendo no programa passado”. Mas, voltando, os recados podem com muita facilidade passar do tempo deles, ainda mais se forem pensados para serem falados juntos aos e-mails. A necessidade de separar no Clock, mesmo que não sejam separados fisicamente no programa, gera duas coisas: A primeira, plástica, pauta e espelho, pois o público pode saber aquele momento do programa está acabando quando entrar nos recados, ou ainda quando chegar aos E-mais. A Segunda é que nenhum dos dois acaba prejudicado.

No geral os recados são variáveis, e passar só as redes sociais, não é recado, recado e falar de uma campanha, um evento, participação em PodCast, Vídeo no YouTube, programa de TV, lançamento do seu Livro, e coisas do gênero.

Rede Social faz parte do corpo do programa, pode fazer parte do corpo dos recados e dos e-mails, porém as redes sociais não podem ser o único recado a dar.

No geral 5 minutos é muito mais do que suficiente para isso, o CoutoCast limita a 3 minutos. O UltraGeek, no antigo formato ficava nos 5 minutos, as vezes passava um pouco, observe o um pouco, e muitos unem os recados os E-mais, mas separe, área de recados é para recados, espaço de e-mail é para e-mail.

Pauta principal, aí depende do tempo do seu programa e das separações que você vai fazer aqui, tem programas que tem quadros para alem da pauta principal. Ai cabe saber pó que é cada quadro, o tempo do programa e outras coisas, que somente você que estará produzindo pode saber o tempo necessário.

Encerramento!

Aqui eu gosto de limitar a 5 minutos independente do programa. O CoutoCast tem 1 minuto pra isso, o Café Brasil Idem, o programa O Que Rola NaTrilha, dura cerca de 2 minutos, e tem programas que levam mais que isso, porém falar mais do que 5 minutos depois do assunto do programa encerrado no geral é demais.

Lembro que encerramento é encerramento, tem gente que coloca leitura de e-mails no final e fica 20 minutos ou mais, aí é outra coisa, tem PodCast que dá as notícias da semana, é outra coisa, encerramento e dizer “Acabou, estamos indo, Valeu”. E pra isso 5 minutos é bem mais do que suficiente para a esmagadora maioria dos programas.

Obviamente o Clock é um Guia e pode ser alterado com o tempo, como pode saber variações em cada programa, tem programa que não tem e-mail, não o PodCast, o programa ou episódio, vai que um dia ninguém manda, isso precisa ser compensado na pauta principal, ou outro setor do programa, para manter o tempo, principalmente se a sua variação de tempo quando o programa fica pronto, for menor que o tempo destinado a leitura de e-mail.

O Mesmo pode servir para os recados ou outro setor do programa.

O Clock não serve como Guia somente para o “Produtor” ou “Participante” do programa, pois o ouvinte pode se guiar por isso. Lembra que lá em cima falei do colunista que diz que você tem que sair de casa, ou estar em certo ponto do trajeto. O Clock do seu PodCast pode fazer a mesma coisa, o seu ouvinte não vai ter ninguém informando a hora pra ele (pode parecer meio óbvio, eu sei), mas o Clock vai fazer exatamente isso.

Ao Implantar certos momentos, com pouca variação de tempo para a entrada deles, você cria um formato de pauta, uma plástica, uma fidelização do ouvinte, e ainda mais, o ouvinte te coloca como um relógio na rotina dele. O que faz isso terá a maior dificuldade para te retirar da rotina dele e te ouvirá por bons anos!

Aquele Abraço e Até a Próxima!

*PS: Farei um texto falando sobre espelho, serve como complemento a este texto.

1 Like
Montando o clock do seu programa
#2

Gostei muito do artigo. Não conhecia este termo. Em comunicação, para roteiros e pautas, usamos algumas coisas semelhantes, mas clock foi novidade.

1 Like
#3

@kell eu também não conhecia, mais achei bem interessante, uma coisa legal no modelo que o @EduardoCoutoRJ compartilhou é que o formato “Hora:Minuto – SETOR DO PROGRAMA” em muitos players viram atalhos para o ouvinte clicar e ir direto para uma sessão do programa.

1 Like
#4

Ótimo saber esses conceitos para ajudar a melhorar o podcast. Importante observar a experiência e aprendizados do rádio que podem ser adaptados pelo podcast.

#5

Verdade, não lembrava dessa funcionalidade, para quem for usar é legal olhar episódio por episódio o que pode ajudar no controle do Clock nos episódios!

E @caio-costa :

Com certeza, o CoutoCast aprendeu muito com ele, eu sou cria do Rádio, quanto por ser ouvinte quanto por estudo, então acabo usando um pouco desses conceitos, posso até não aplica-los em sua totalidade, mas se olhar um projeto mais antigo e, pena, acabou terminando, o Semana Em 15 Minutos, você verá o Clock sendo muito bem aplicado (está no meu blog, eduardocoutorj.wordpress.com ) esqueça um pouco as notícias antigas e preste atenção no formato do programa e até onde são colocados os comentários, e até os comentários com uma piadinha (apesar das piadas não estarem na pauta e não serem combinados, as notícias que permitem são colocadas nos finais de blocos, para haver a vinheta que vai dizer "olhe acabou a piada, agora é sério). De uma olhada!

2 Likes
Modelo de Clock para o seu PodCast